Itália, Belíssima, Itália: Roma e Cidade do Vaticano

A Itália sempre foi aquele lugar: PRECISO CONHECER UM DIA. E quando chegasse o dia, eu queria ter tempo e dinheiro para ficar uns 20 dias pelo menos, viajando de cidade em cidade… Dessa vez, consegui atingir a metade da meta haha, junto com duas amigas e um amigo, escolhemos três lugares onde teríamos 7 dias para conhecer. Começando por Roma, passando por Florença e terminando em Veneza. Ok, sem contar o Vaticano, que é considerado um país, dentro de Roma (depois explico melhor). Foi meio corrido, mas foi incrível.  Esse primeiro post será sobre Roma e o próximo sobre Florença e Veneza.

 

Resumindo roma: Foi uma surra de turismo.

 

Nós pegamos uma avião de Dublin – Roma e do aeroporto pegamos um bus até a estação central, que ficava perto do nosso hotel.

O hotel foi péssimo, então nem vou falar sobre, aliás, tivemos muito azar no quesito hotel/hostel na Itália.  E Nós escolhemos Junho como o mês da viagem, e socorro minha gente, que calor capetístico que é essa país nessa época. Foi sofrido turistar, e mais sofrido dormir em um hotel que não tinha ar condicionado.

giphy

A primeira noite em roma, nós só saímos para jantar em um restaurante perto do hotel, que chamava Amadeo Ristorante. A melhor parte da Itália, é sem dúvida a culinária, que é muito boa e barata

IMG_7322

O primeiro dia,  foi dia de conhecer o Coliseu, lógico. Muita caminhada, muito suador. Em viagem, gosto muito de fazer tudo possível a pé, pra ir conhecendo vários lugares, vendo a cidade em si. Quando se anda de táxi e ônibus, acaba se perdendo isso, de metrô então, que é subterrâneo, nem se fala. Então, enquanto o cansaço permitir, faça a pé.

Indo pro Coliseu passamos pela Praça da Republica ( Piazza della Repubblica).

IMG_7327

Depois passamos no Altare della Patria, é um monumento em honra a Vittorio Emanuele II, primeiro rei da Itália unificada e considerado o pai da pátria italiana. Situa-se em Roma entre a Piazza Venezia e o Monte Capitolino. Lá você pode subir em um elevador panorâmico e ter uma vista 360 graus da cidade. Em um dos terraços, tem um bar, que você pode sentar e tomar uns belos drinks.

Seguimos para o Coliseu. Chegando lá na frente, vimos a imensa fila para comprar os ingressos e entrar, então optamos pagar um pouco a mais, por aquelas visitas com guia, que além de visita guiada no Coliseu, também teríamos o guia no Fórum Romano, e não pararíamos na fila. Normalmente acho que não vale a pena, mas nesse dia achei que valeu, daí vai de cada um, querer ou não o guia, e querer ou não ficar na fila.Coliseu é lindo e cheio de história. É o mais famoso símbolo do Império Romano, e era um enorme anfiteatro, usado para combates entre gladiadores ou entre gladiadores e animais selvagens. No início, os gladiadores que lutavam nos jogos eram soldados em treinamento. Com o tempo, escravos, criminosos ou prisioneiros de guerra assumiram esse papel. Eles se enfrentavam com lanças, espadas, tridentes, redes e escudos. Mais de 10 mil gladiadores morreram em três séculos.

IMG_7447IMG_7497IMG_7428

Depois, seguimos para o Forum Romano. Era centro da cidade durante o Império, e o local reunia os edifícios onde funcionavam os principais órgãos burocráticos, como  tribunais, além de estabelecimentos comerciais, templos religiosos e bares.Entre as principais ruínas se encontram o Arco de Tito, do ano 81 d.C., o Templo de Saturno, do século 5 a.C., e a Basílica Giulia, cujas origens remontam ao ano 54 a.C… O lugar é gigantesco, aqui você encontra mais informações sobre (http://benevale.com/forum-romano). Esse principalmente, vale  a pena o guia turistico (claro, para quem entende inglês).

 

Paramos para almoçar, ali nas redondezas mesmo. Vale lembrar que quanto mais próximo de atrações turísticas, mais caro são os restaurantes, as lojas de souvenir e etc.. Mas, acabamos parando por ali mesmo, pois já estava no começo da tarde e a gente estava meio que muito famintos. Escolhemos o Vllorani’s Caffetteria. Comi uma carbonara, que oh, só de lembrar, sinto fome. E de sobre, é claro, um gelatto, na gelatteria que tinha ao lado.

IMG_7535IMG_7566

Depois demos uma caminhada, entrando pelas ruelinhas de Roma. E gente, não sei explicar, eu simplesmente fiquei fascinada em cada ruelinha. Muito mais que alguns pontos turísticos.

IMG_7540IMG_7537IMG_7554

E então fomos andando em direção a Fontana di Trevi. E agora vou contar a parte mais triste da viagem, ELA ESTAVA EM REFORM. AAAARGSH. Ok, a gente já sabia disso antes de chegar lá, mas não tinha muito o que fazer né? E era um dos lugares que eu mais tinha vontade de conhecer. Sério, pessoas das reformas, como vocês fazem isso comigo? Agora precisarei voltar.. Fazer o que?! ¯\_(ツ)_/¯

Passamos na Fontanna Dell’Acqua Felice, também conhecida com a Fonte de Moisés.

 

Para finalizar, paramos no The Yellow, que é um hostel/pub que fica na Via Palestro, o lugar é bem legal, cheio de galera ( quem dera tivessemos nos hospedado por lá, só ouvi coisas boas). Comemos algo por lá mesmo e fomos para o hotel descansar.

Segundo dia, foi dia do Vaticano. A Cidade do Vaticano, que é considerada um país, o menor país do globo. Responde as suas próprias leis e regras, tendo o Papa como líder. Te muita história e explicações sobre o assunto, mas não irei me aprofundar muito, quem tiver muita curiosidade faça como eu e pesquise (assisti Anjos e Demonios, também ajuda haha).

SUPER ULTRA DICA IMPORTANTE: não vá de short/saia curta/regatas e blusas degotadas. Apesar de eu achar ultrajante hehe, se você tiver assim, e quiser entrar na Basilica e na Capela, precisará achar uma maneira de se cobrir, até por isso, antes de entrar é meio cheio de gente vendendo lenços e mantas e essas coisas. Eu estava de calça e blusa regata, e tive problemas ( rolling my eyes).

A visita ao vaticano consiste em conhecer o Museu do Vaticano ( é gigante e com muuuitas obras de artes, e dizem ainda tem uma boa quantidade de obras guardadas nos porões do museu. A Capela Sistina, cujo o teto é uma pintura de Michelangelo, é linda, porém pequena, lotada e teóricamente precisa ser silenciosa. É óbvio que é quase impossível manter o sinlência em um mini lugar, cheio de gente, e os guardas ficam gritando SHHHHHHHH.

IMG_7589

Depois tem a Praça de São Pedro e a Basílica de São Pedro. Que é onde acontece a missa do Papa aos domingos.

IMG_7622

IMG_7642IMG_7674IMG_7676

A visita ao Vaticano foi linda, cansativa, calorenta e ocupu metade do dia. De lá saímos, almoçamos ali perto mesmo, no Arlu Restaurant. Comi uma massa ótima com camarões.

IMG_7703

No último dia em Roma, foi dia  de: MAIS TURISMO!  Pelamor, como tem ponto turístico nessa cidade.. Até parece a cidade onde eu moro (kk sqn).

Começamos tomando uma café da manhã dos campeões, em um lugar que vou ficar devendo o nome.

IMG_7705

Botamos o “pé na estrada”, de barriga cheia e a primeira parada do dia foi no Castel Sant’Angelo ( quem assistiu Anjos e Demônios vai reconhecer de cara haha). Fica localizado na margem do Rio Tibre, e você pode visitar ( é pago, claro), e ir até o terraço superior, além de conhecer o castelo por dentro.

IMG_7708IMG_7715IMG_7734IMG_7741

Próxima parada: Piazza Navona. É sem dúvida, parada obrigatória. Um dos lugares mais lindos.

Ali perto fica a La Cannoleria Siciliana, que tem um cannoli, sensacional. Eu sempre faço o possível para experimentar as comidas típicas/famosas dos lugares. E como ir para Itália, e não comer um cannolizinho, não é?

Depois, seguimos por mais alguma ruelinhas muito amor, e chegamos ao Pantheon.

 

IMG_7808

E paramos para um almojanta, em um restaurante chamado Ciro&Ciro, onde comi uma das melhores pizzas da vida <3.

IMG_7838

 

E por último, fomos conhecer a Piazza di Spagna. A Praça de Espanha, junto com a escadaria da Trinità dei Monti é uma das praças mais famosas de Roma. No centro da praça tem a Fontana della Barcaccia, realizada no início do período barroco, esculpida por Pietro Bernini. Nas redondezas da Praça Espanha, se encontram as lojas das melhores marcas (Roberto Cavalli , Dolce e Gabbana,Blumarine, Anna Molinari,Versace, Mariella Burani , Yves Saint Laurent , Amina, Rubinacci, Gucci , Ermenegildo Zegna, Moschino,Fendi, Laura Biagiotti, entre outras.), para aqueles que gostam de comprar e podem gastar (bastante) com isso. Eu fico babando nas vitrines, né? Snif, snif.

E depois disso, era hora de ir para o hotel, descansar, arrumar as malas, que no outro dia cedo, iríamos pegar o trem para Florença.

Aguardem o próximo post sobre Florença e Veneza. Prometo não demorar, tanto quanto demorei com esse ❤

Beijos

giphy (1)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s