Copenhagen-Dinamarca <3

Ahhhh, as belezas de morar na Europa. Vez, que outra, podemos nos dar a luxo de passar um final de semana, em outro País. Dessa vez, o escolhido foi a Dinamarca.

Todo mundo fala que Copenhagen é absurdamente caro. Eu não ache muitoi fora dos padrões de Dublin, por exemplo. A moeda de lá é o Danish Krone, quando troquei, 1 euro, comprava 7,10 Kr. (Pra ter uma base, uma  café, tipo starbucks, era +- 45 kr.) E as moedinhas deles são lindas e românticas <3<3 . A lingua principal é o Danish, mas todo mundo fala um inglês perfeito.

11206039_10152862209509639_3873523928416421477_n

Viajei um quinta de tarde, e como aqui agora escurece pelas 9 horas da noite, três dias, eu consegui fazer bastante coisa. Escolhi ficar hospedada no meu queridinho dos Hostel, a rede Generator, que nunca deixam a desejar, sempre tem ótimos quartos, as melhores áreas comuns e normalmente são super bem localizados.

 Eu optei por fazer, tudo possível a pé. Mas Copenhagen tem mais bicicletas,que carros. Todas ruas tem ciclovia, e os ciclistas são super respeitados, então é um ótimo meio de se locomover por lá, e tem também o Metro, que usei só para sair e voltar pro aeroporto. Lá é dividido por Zonas, então é muito fácil entender o Metro, sabendo qual zona ir, tu sabe qual metro pegar, e ai só pesquisar a estação que deve descer, e sempre tem gente pra ajudar nessas horas. Para vocês terem uma idéia, Eu sai da estação do Metro no centro da cidade, não deu nem 2 minutos que eu tava olhando meu iphone com cara de perdida e uma mala na mão, que não uma, mas DUAS pessoas, vieram perguntar se eu precisava de ajuda. Aceitei, mais no fim, meu amigo google maps que me salvou mesmo.

Quando cheguei no quarto, tinha uma chinesa na cama em cima da minha, logo começamos a conversar e saímos para dar uma passeada, já que ainda eram 5 horas da tarde. Primeiro caminhar pelo NyaHavn que na tradução grossa pro Português, é Novo Porto, que é uma canal onde ficam vários barcos de madeira antigos, e ao redor, de um lado tem restaurantes/bares, e do outro, casas coloridas,construídas no século XVII.

11128721_10152862208124639_6015278248565129579_n 

De lá, passamos pelo Amalienborg Palace, que é casa de inverno, da familia Real da Dinamarca ( PHYYYYYYNOS).  É muito lindo, e tem guardinhas igual a casa da rainha em Londres, fazem a marchinha e tudo.

11174866_10152862209504639_2469132579933618488_n 

14678_10152862208134639_3857581278320543878_n

E por último, fomos no Kastellet, que é um forte, onde se encontram a Igreja de Saint Albans (monumento do fim do século XIX) e o Museu da Libertação (retrata a ocupação militar nazista na 2a guerra mundial). Há também jardins próximos à estátua da Pequena Sereia, com moinhos de vento e estátuas de canhão.

Captura de Tela 2015-04-28 às 11.30.13

11188154_10152862208324639_2827423184570183790_n10502084_10152862208354639_3816178237729226784_n11136616_10152862208119639_6990304431302828989_n

15584_10152862208129639_5098022918803208841_n11206055_10152862209499639_8641470960489800797_n

O segundo dia, foi reservado para fazer Christiania e o Parque Tivoli.

Começei de manhã indo para Christiania. Que é sem dúvida, um dos lugares que mais curti. Christiania, é como uma cidade livre, dentro de Copenhagen, tem suas próprias leis, e nem a policia pode entrar lá. Existem seguranças no local.

A história é: Nos anos 60, hippies resolver ocupar uma área meio abandonada para morar, e o governo nada fez, então, alguns anos depois, começou a se espalhar a noticia pelo mundo a fora, de um lugar, dentro de copenhagen, que vivia sob suas próprias regras, em uma sociedade não capitalista e anarquista. Porém, além dos hippies boa praça, traficantes e criminosos também quiseram se instalar por lá, o que por alguns anos, tornou o local, um dos mais perigosos do país.

Hoje o lugar tem seguranças distribuídos em todos cantos, quem ainda mora por lá, conseguiu comprar as terras invadidas, através de um fundo comunitário.

O comércio de maconha e do haxixe, é liberado dentro da “cidade”, porém, drogas mais pesadas, são extremamente proíbidas. Tem restaurantes, mesas, onde quem visita, pode comer, fumer e beber a vontade. Tem locais, onde se pode sentar e ter uma vista linda da cidade. Tem também várias “barracas” vendendo desde camisetas, toucas, casacos,  até artefatos para fumar, bijuterias etc…

E a região, respira Street Art, simplesmente demais, Todos so cantos coloridos de uma arte incível.

Infelizmente, é proíbido tirar fotos no que eles chamam de Green District, então tenho algumas poucas, de algumas partes só. Ainda levei xingão, por que estava com a GroPro na mão, mesmo q desligada. Snif, no me gusta ser xingada.

giphy

 DCIM999GOPRODCIM999GOPRO18701_10152862209849639_7000666673183877967_n10996022_10152862209689639_6392983577689632860_n10363660_10152862209669639_216330913993762182_n11161358_10152862209844639_7093300392926974433_n11205015_10152862209664639_2964714668938080226_n11206670_10152862209684639_8415164893280623572_o11203052_10152862209854639_4775889348165702908_n

Depois, segui para o parque Tivoli Gardens. Para entrar no parque, tem que pagar, se entrar apenas para visitar, custa algo em torno de 12 Euricos, a entrada mais o ~multiple ride~ que é a permissão para andar nos brinquedos era mais cara, algo em torno de 20 Euros. Eu apenas visitei, mas tem alguns brinquedos que parecem ser legais.  Tivoli Gardens é o segundo parque mais antigo do mundo, inaugurado em 1843. Em finais de semana, tem shows de diversas bandas no parque, fogos de artificio etc… Os jardins são lindos, foram inspirados no estilo de paisagismo romântico de lazer da Europa.

DCIM999GOPRO10930867_10152862210014639_1580537135518276181_nDCIM999GOPRO11182074_10152862209839639_3512679418236977641_n 11182093_10152862210009639_876785003606982142_nDCIM999GOPRODCIM999GOPRODCIM999GOPRODCIM999GOPRODCIM999GOPRO

Captura de Tela 2015-04-28 às 18.09.54

acopladinho de fotos do google =)

Por fim, na hora de voltar para o hostel, com ainda estava dia, passei pela rua Strøget, que é a maior rua de pedestres (tipo calçadão) da Europa. Lá você encontra todas lojas de grife que você pode imaginar, Prada, Louis Vuitton, Chanel… Encontra também lojinhas de souvenir ótimas. Tem artistas de rua e também há o Town Hall Square, o Royal Theatre e o Nyhavn, nas extremidades, e o acesso ao castelo de Christiansborg e o prédio do Parlamento.

11205159_10152862210029639_3440785493150546562_n11173406_10152862210019639_2994113273241353730_n

Hot dog esquesitinho de food truck de rua!

Hot dog esquesitinho de food truck de rua!

Meu último dia, resolvi pegar um trem para outra cidade, Hillerød que fica +- a uns 40 minutos. É bem fácil de ir, tem que pegar o S-train até Gentofte (não sei se é sempre assim, pois pelo que pesquisei quando estava lá, parece que está os trilhos estão em reforma, algo assim) e de Gentofte sai um bus para Hillerød. Eu comprei o ticket para turista do trem/metro/bus, que dura 24 horas, assim poderia em 24 horas usar todos os meios públicos de transporte, quantas vezes eu quisesse.

 Chegando em Hillerød, parei para almoçar em um restaurante bem boninho, italiano.E depois segui para o Frederiksborg Palace, construído entre 1560 e 1630, e hoje em dia é sede do Museu de História Nacional da Dinamarca.

Mas a beleza maior na minha opinião, não está dentro ( ok, não entrei, para ter certeza) e sim lá fora, nos jardins. É simplesmente divino, uma das coisas mais lindas que já vi e isso que muitas árvores ainda estavam secas. Os jardins são enormes, e qualquer um pode entrar e sair, fiquei sabendo que pode até acampar por lá se quiser, Tava cheio de familias passeando com crianças, cachorros o lugar passa uma energia ótima.

 DCIM999GOPRO DCIM999GOPRO DCIM999GOPRODCIM999GOPRO DCIM999GOPRO DCIM999GOPRO

Sem dúvida, qualquer visita a Dinamarca, na minha opinião, tem que passar por esse lugar.

DSC04556 DSC04555 DSC04554   

DSC04558DSC04560

De noite, encontrei uma amiga, da minha cidade que está morando em Copenhagen com o marido, nós fomos em uma cervejaria top, chamada Mikkeller and Friends, que não vende cervejas de marcas comuns, mas sim  tem mais de 40 tipos de cerveja todos próprios da cervejaria. E assim, encerrei a viagem com chave de ouro 🙂

  • Infelizmente o tempo hábil não me permitiu conhecer o Castelo de Hamlet, que fica em uma cidade chamada Helsingør, onde também é possível pegar uma balsa, até nada mais, nada menos que a Suécia. #ficaadica para quem for com mais tempo.

Por esse post é só. Logo mais, um post contando da visita Edimburgo, na Escócia.


Muack :*

giphy (1)

Um comentário sobre “Copenhagen-Dinamarca <3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s