New York City – A mais perfeita selva de pedra.

Eu fui duas vezes para NYC, a primeira vez foi no verão e a segunda durante o inverno americano. A idéia desse post é contar um pouco sobre a minha primeira visita e dar algumas dicas, falando sobre a visão que eu tenho da cidade e também contando as peripécias dessa trip.

Em julho de 2010, enquanto morava na Califórnia, fui passar uma semana em NYC na casa de um amigo que estava morando lá e eu não via a alguns anos. Nada como juntar o útil ao agradável hehe  Se eu já amo viajar, a idéia de rever um amigo como parte do pacote faz a alegria dobrar.

Nova York me fascinou no momento em que coloquei meus pés na Times Square. No dia que cheguei, fui deixar minhas coisas no apê do meu host, e fomos pra lá. E é bem como a gente vê nos filmes,  milhares de pessoas e as luzes coloridas dos telões de led para todos os lados. A primeira palavra que veio em minha mente foi: UOW!

4th

28

Acho que uma das maiores preocupações de quem vai pela primeira vez para NYC, é saber como se localizar numa cidade tão grande. Gente, a verdade é que é muito fácil. Tendo um mapa da cidades e um mapa do metrô (que é mais fácil ainda), você consegue chegar onde quiser. Se nada disso funcionar, use a boca hehe.  Mesmo quem não fala muito inglês consegue fazer uma mímica, mostrar o lugar que quer ir no mapa, e achar alguém pra ajudar. Se EU me achei sozinha, qualquer um se acha- já que eu mal me acho dentro da minha micro cidade.

Captura de Tela 2014-07-09 às 15.29.00

Um dos primeiros lugres que fomos, acabou se tornando meu favorito,  Lower Manhattan que  é onde fica o Soho, Village (east village, and west village) Bowery, Nolita, Little  Italy…  A parte baixa de Manhattan é simplesmente DEMAIS. Ótimo para quem gosta de lojinhas, boutiques, cafés, pubs e restaurantes. São lugares pequenos e acolhedores em sua maioria, que fogem da estrutura turística de Midtown. Na minha opinião parecem duas NYC diferentes. Se morasse em NYC meu sonho seria morar nessa área, sendo linda, phyna, cool e estudante da NYU.

Dois dos lugares que eu ❤ nessa primeira visita:

Washington Square, que fica no Village. Fica bem em frente ao Washington Square Arche nas redondezas está o principal campus da NYU (New York University). A praça é cheia de Esquilinhos queridos pedindo comida<3.

1

SoHo, que é um bairro de Manhattan cujo nome vem da abreviação de South of Houston. O ideal é ficar pela região entre Prince St e Bleecker St, onde ficam concentradas as lojas de grandes marcas. Mas existem também algumas boutiques menores, pubs e ótimos restaurantes.

Na Bleecker St, já em West Village, é onde fica localizada a Magnolia’s Bakery (401 Bleecker St.), que é famosa por ter os melhores Cupcakes (e são mesmo).

O outro dia foi só pra  conhecer o Central Park. O parque é enorme e lindo, e quanto mais você quiser conhecer, mais tempo precisa reservar para caminhar por lá. Algumas coisas que acho legal citar são a vista linda ao redor do lago; o Strawberry Fields, monumento em homenagem a John Lennon (em frente ao central park, perto da saída onde fica o monumento, está o Edifício Dakota, onde John Lennon foi assassinado) e poder andar de carruagem que nem nos filmes.  É tanta coisa legal pra fazer, que eu poderia escrever um post falando apenas sobre o Central Park.

Captura de Tela 2014-07-09 às 15.56.33   10

Saindo dali, fui andar pela 5th ave e babar nas lojas que não posso comprar (snif). Mas mesmo assim é um passeio legal, dá pra fingir que somos a Carrie Bradshaw com trilha sonora e tudo, e andar olhando as vitrines e entrando em uma loja ou outra tipo Gap, Saks, Sephora e Zara… Por que nas outras, eu nem me dou ao trabalho de entrar hahaha!

giphy

Eu sou daquelas que adora ficar perambulando pra lá e pra cá, então, gosto de ficar em Midtown que cobre a área da  5th Ave a 9th Ave e da 33th St a 50th St. Por ali ficam as lojas da M’Ms <3, Hersheys, Forever 21 e H&M. E é por ali que também fica a Toy’R’Us- maior loja de brinquedos do mundo. Qualquer adulto vai amar entrar lá e perder uma meia horinha, e a criançada fica louca. Tem até uma mini roda gigante lá dentro. Os restaurantes mais turisticos, ficam todos por aqui também. Bubba Gump, Red Lobster, Hard Rock Café entre muitos outros.

No meio desse fundurço todo, fica o Rockefeller Center, que é um complexo de 19 edifícios comerciais localizados entre a 48th St e a 51st St. Ali ficam a sede da emissora NBC e o Radio City Music Hall.

                                           7                 4

Outro lugar legal de visitar é a área do Lincoln Center for the Performing Arts, que é onde acontecem as apresentações dos mais famosos ballets, óperas, orquestras etc.. Inclusive a Escola de Dança Julliard fica ali. Com certeza, você já viu um ou doze filmes em que esse cenário aparece.

lincoln_center

Um lugar que também achei interessante é o High Line, que é um parque público, construído em uma antiga linha de trem, acima de Manhattan’s West Side. Particularmente no verão e na primavera, é um lugar lindo de se visitar. Além das flores e plantas, a vista é linda. Começa na Gansevoort Street e se extende até a 34thSt, entre a 10th Ave e 11th Ave.

6

Um dos meus grandes sonhos sempre foi ir em um dos Shows da Broadway, e minha primeira experiência não poderia ter sido outra: O Fantasma da Ópera. É  um dos grandes clássicos, e eu já havia visto o filme e adoro! É um espetáculo de +- 2 horas e meia de duração, e sem muita agitação em “cena”. Admito que me deu sono em alguns momentos, pois estava exausta, então, indico para quem realmente gosta de musicais. Vale a pena sempre dar uma olhada nos calendários e críticas dos espetáculos Off Brodway também, que muitas vezes são sensacionais.

Existe aquela parte da viagem, que todo mundo que me conhece sabe que eu normalmente acho um SACO- na maioria por que é um tédio só e a gente perde quase um dia inteiro de passeio na função- mas é necessário fazer: VISITAR OS PONTOS QUE TEM FILA. Reservei um dia pra fazer a Estátua da Liberdade. Ok, não levei um dia inteirinho, mas boa parte dele. Peguei o subway e chegando  lá, parei na fila pra comprar ingresso, depois parei em outra fila pra pegar a balsa (e quando digo fila, foi +- meia hora em uma e duas horas em outra) para, finalmente, iri rumo a pequena Ilha onde fica a Estatua. Ok, é legal tirar fotos, ver a Estatua da Liberdade, a vista da pra NYC, e etc. Valeu a pena? Sim. Mas achei um programa xarope de se fazer. É o tipo de coisa que se faz na primeira vez que vai e deu. Pra ir de novo, só se for com o Ryan Gosling ou o David Luiz da seleção Brasileira.

Pela 5th Ave, porém bem mais pra cima na 34th St, fica o Empire State Building. Rola uma fila grande pra comprar ingresso e depois pra subir até o topo, mas é legal e a vista é linda. Infelizmente o dia que eu fui estava bem nublado e não deu pra ver muito longe. E eu sei que esse post é pra ser da primeira viagem, maaaas, vou abrir uma exceção. Na segunda vez em NYC, fui no TOP of de ROCK, do Rockefeller Center e curti bem mais a vista. Dizem que é especialmente bonito no pôr do sol, mas se você quiser nesse horário, é melhor comprar o ticket de manhã já. Ali as visitas são meio agendadas e não é garantido que você vai chegar e conseguir subir logo.

3

Nessa primeira visita, acabei saindo pra noite apenas um dia. Conseguimos a façanha de estar em 8 pessoas da cidade do Brasil (Novo Hamburgo, que é onde moro no momento) na big city.  Juntamos 5 dessas pessoas e fomos para um bar, chamado Coyote Ugly, sim, tipo no filme show bar – se não me engano, o do filme foi baseado nesse, algo assim. As pessoas dançam em cima do balcão (inclusive a gente) e deixam de presente o sutiã assinado. Foi uma noite muuuuito divertida, com muitas risadas, formação de novos amigos e toda aquela coisa. Porém, minha noite me trouxe não só uma ressaca, como também um baita pepino pra resolver.

5

No dia seguinte (que era um domingo), acordei bela, faceira e com cara de que tinha sido atropelada por um caminhão de cerveja. Arrumando minhas malas, pois já era dia de dar tchau, começam os momentos de tensão, cadê meu passaporte? Fiquei em pânico por uns 5 minutos. Falei com meu amigo, que me deu um xingão tipo pai e me mandou tentar achar (shame on you Marikota). Fui até o bar, olhei pela rua, e nada.

tumblr_lz70ipe6KH1r9x0sdo1_250

Até hoje, nem idéia o que aconteceu com ele. E como eu tento manter sempre o pensamento de que se desesperar não ajuda em nada, esperei o dia passar, de boa na lagoa, e na segunda-feira de manhã cedo, fui pro Consulado Brasileiro. Uma coisa importante de se fazer  também, é prestar ocorrência, mas eu não fiz hehehehe.  Então assim, antes de contar como terminou a história digo o seguinte: Se você perder seu passaporte em uma cidade que tenha consulado brasileiro, já pode ficar 30% mais tranquilo. E mesmo eu achando muito sem lógica essa coisa do Brasil, que da passaporte com validade de 5 anos, enquanto o visto tem validade de 10 anos, nesse caso foi uma dadiva de Deus, pois perdi o passaporte atual e o visto estava no passaporte velho. Então se acontecer com você de perder o passaporte sem o visto, pode ficar mais 30% tranquilo.

Devo ter chegado no consulado pelas 7 horas da manhã, já tinha uma fila, mas nada muito absurdo. O consulado abriu, e não demorou muito chegou a minha vez, falei com a moça – no consulado Brasileiro o povo fala tudo português, viu gente. Desde o segurança até os “atendentes”. Quem não sabe muito inglês, pode ficar sossegado. Relatei minha situação, e o que recebi de resposta foi: Nossa moça, nunca vi ninguém tão tranquila numa situação dessas. Perguntei se ajudaria em algo se eu me desesperasse, chorasse e coisa tal (pq eu seria totalmente capaz de me transformar ali, rapidão) e ela riu, disse que não e me falou o que eu deveria fazer. Basicamente você paga tudo ali mesmo, a única coisa que precisa fazer fora, é tirar uma foto, que na época me indicaram um lugar quase em frente (um fotografo, em um prédio, que mal me viu e já sabia o que eu queria). Devo ter terminado essa função pelas 11:00 da manhã talvez e ai a moça me disse: pelas 3 pm pode vir buscar. Fiquei tipo, WHAT? tão rápido? haha Acho que no fundo já fava até achando legal que ia ficar uns dias a mais em NYC. Então, gente, pra tudo tem um jeito, e ninguém é deportado por perder o passaporte. A única necessidade básica nesse momento é ter uma grana extra. Por que gasta pra fazer o novo passaporte, gasta comprando passagem nova (no meu caso, ainda bem, era passagem interna de volta pra Los Angeles, onde eu morava na época) e pra quem está em hotel, gasta com diária extra, mas não é o fim do mundo, e fica uma história engraçada pra contar pra galerê quando voltar.

E assim terminou minha primeira visita a NYC. Deixando marcado esse lugar no meu <3.

Até o próximo post :*

welcome

Um comentário sobre “New York City – A mais perfeita selva de pedra.

  1. Pingback: Então é Natal… EM NYC <3<3<3 | Marikota

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s